FPC RICHMOND CALIFORNIA

 

 

Primeira Igreja Presbiteriana de Richmond, CA

Uma Família e Muitas Faces!

 

              A Primeira Igreja Presbiteriana de Richmond é uma grande família.

                                  Nós amamos celebrar. Venha celebrar conosco!".

ESTUDO DO EVANGELHO DE JOÃO

CAPITULO 5

MILAGRE - Salvação é pela graça - 5:1-16 - Restaurando a vida física e espiritual - Um milagre (5:1-16), com uma mensagem (5:17-47)

O  terceiro sinal do evangelho de João (lembram que são oito?).

CONTEÚDO

·        Jesus com o seu poder divino concedendo nova vida a um homem paralítico;

·        Oposição dos judeus quanto a suposta quebra do quarto mandamento, sobre guardar o sábado;

·        Um sermão sobre a fonte da vida eterna (v 19-47), onde Jesus afirma ser um com o Pai, o Deus encarnado e, a fonte da vida eterna.

·        Jesus é julgado, não em um julgamento formal de tribunal, mas contém todos os elementos de um julgamento na narrativa.

·        Conclui-se que sinais já não geram fé, mas controvérsias nos corações e mentes cegados pelo diabo.

I. O MILAGRE - Salvação pela graça (5:1-16)

Restaurando a vida física e espiritual - Um milagre (5:1-16), com uma mensagem (5:17-47)

A) COMO uma pessoa é salva. Três milagres mostram os três passos da salvação do pecador:

1.                            - A salvação PELA PALAVRA DE DEUS: mostrado pelo primeiro milagre (água feita vinho).

2.                            -  A salvação PELA FÉ: mostrado no segundo (a cura do filho de um oficila do Rei)

3.                            - A salvação é PELA GRAÇA: mostrado no terceiro milagre da cura do paralítico de Betesta.

·                               Aqui achamos um homem miserável. Por razão dos seus pecados antigos (vs.14) ele já havia sofrido 38 anos.

·                               Junto dele há outras pessoas miseráveis e todos mostram o estado do pecador incrédulo: impotente, sem força, (Rom. 5:6), cegos, aleijados, (Ef. 2:1-3), e paralítico - esperando mas sem esperança (Ef. 2:12).

·                               A salvação passou bem perto, mas ninguém tinha poder para alcançá-la sozinho.

·                               O pecador de hoje em dia sabe que existe salvação, mas não sabe como achá-la, nem tem força para salvar a si mesmo.

B) A graça de Deus em operação “Betesda” significa “casa de graça” e pelo menos um homem entrou nesta casa:

·                               O que significa “graça”? Significa ajuda divina aos que não a merecem.. Jesus escolheu um homem só da multidão para curar e ele não o mereceu mais que os outros. Foi simplesmente uma escolha soberana de Deus.

·                               Aqui achamos um retrato falado da salvação. Devemos ficar muito humildes por saber que somos escolhidos “em Cristo” e isso sem as nossas obras (Ef. 1:4).

·                               Não podemos explicar a graça de Deus (Rom. 9:14-16). O verso 21 diz: “O Filho vivifica aqueles que quer.” A única maneira ou meio de salvação no mundo é pela graça de Deus (Ef. 2:8-10; e Rom. 11:32-36).

·                               A graça de Deus depende do sacrifício de Cristo, o Cordeiro de Deus. Note também: Há 5 alpendres (varandas) e 5 na Bíblia é o número da graça , o tanque ficou próximo a porta das ovelhas que significa sacrifício. Cristo curou o homem no sábado, que mostra que a lei do Velho Testamento não fez parte na salvação do homem.

C) Estágios do caminho da salvação:

·                                                    O homem aceitou Cristo como SALVADOR e como MESTRE, pois obedeceu a Cristo, apesar da oposição dos líderes religiosos. Cristo quer nos salvar e também quer dirigir e orientar as nossas vidas.

·                                                    O homem curado entrou no templo (vs. 14) para louvar o Senhor, que é uma prova da salvação (Atos 3:1-9).

·                                                    Ele foi e pregou aos judeus, que é outro sinal da salvação (vs. 15).

·                                                    O princípio da oposição a Cristo. Neste milagre revela-se o princípio de oposição a Cristo: Não é o fato de realizar milagres, mas de não cumprir a lei fazendo esse ministério no sábado. Este conflito piorou em cap. 7-12 e finalmente terminou na crucificação de Cristo.

 

II. A MENSAGEM - Cristo igual ao Pai - 5:17-47

1. CRISTO: IGUAL AO PAIS EM TRES PONTOS (5:17-23)

Os judeus acusaram Cristo de quebrar a lei de Deus. Cristo mostra que Ele é igual ao Pai em três pontos importantes.

a. Igual ao Pai nas suas obras (vs.17-21). O trabalho de Deus de buscar e salvar os pecadores perdidos começou com aqueda de Adão e Eva e continua até hoje. O trabalho do Filho é igual ao Pai (vs. 19) e é o Pai que dá este trabalho ao Seu Filho.

b. Igual ao Pai no Seu juízo (vs. 22). Deus deu todo o juízo ao Seu Filho. Isso faz Jesus igual ao Pai porque só Deus pode julgar o homem nos seus pecados. (Também veja vs. 27).

c. Igual na sua honra (vs. 23). Pessoas que ignoram Cristo mas dizem que adoram o Pai são mentirosas e enganadas.

2. TRES RESSURREICOES (5:24-29)

          a. A ressurreição dos pecadores mortos/vivos de hoje (vs. 24-27). É uma ressurreição espiritual (Ef. 2:1-3) e acontece quando o pecador ouve a Palavra e crê no Senhor Jesus. Nenhum homem tem poder para dar vida a outro homem. Cristo tem a “vida” dentro de si e assim pode dá-la aos outros.

          b. A ressurreição dos pecadores salvos para a vida (5:28-29a). É a ressurreição futura dos crentes (I Tess. 4:13-18, I Cor. 15:51-58). A Bíblia não ensina uma ressurreição GERAL, assim como não ensina um juízo GERAL. Esta ressurreição da vida é igual á primeira ressurreição de Apoc. 20:6.

          c. A ressurreição dos pecadores mortos sem Cristo para condenação (5:29b). Achamos esta ressurreição também em Apoc. 20:11-15, e acontece antes que Deus faz os novos céus e a nova terra. Todos que tem rejeitado Cristo serão julgados, não para entrar ou não entrar no céu, mas apara determinar, pelas suas obras más, o quanto eles vão sofrer no inferno. O inferno está chamado a segunda morte e nenhum crente está em perigo de cair lá.

3. TRES TESTEMUNHAS DA DIVINDADE DE CRISTO(5:30-47)

          a. João o Batista (vs. 30-35). O povo ouviu o João mas o rejeitou e também a sua mensagem. Leia de novo 1:15-34 e veja como João exalta e levantou Jesus diante dos homens . (Também 3:27-36)

          b. As obras de Cristo (vs. 36). Até o Nicodemos Admitiu que os milagres de Cristo provaram que Ele veio de Deus (3:2)

          c. O Pai na palavra de Deus (vs. 37-47) - as escrituras. O Velho Testamento é o testemunho do Pai a Seu Filho. Os judeus leram as Escrituras, mas os seus olhos foram cegos (vs. 39). Moisés escreveu a respeito de Cristo (vs. 45) e vai acusar os judeus no juízo por não aceitarem a sua mensagem.

CONCLUSÃO - Os judeus:

1.                            Não creram na palavra (vs. 38)

2.                            Não vieram a Deus (vs. 42),

3.                            Não receberam Jesus (vs. 43),

4.                            Não buscaram honrar a Deus, mas aos homens (vs. 44), e

5.                            Não creram na Palavra (v. 47). É a segunda denúncia neste trecho (v. 38).

 

 

 

 

Sermões

 

Sermões

 

Cânticos no Youtube

 

Fotogalery

 

Pagina da "First Presbyterian Church in Richmond"

 

 

 

Primeira Igreja Presbiteriana de Richmond

3415 Barret Ave

Richmond, CA 93805

Pastor Alcenir Oliveira

510 375-5326

alceniro@hotmail.com

iprichmond@hotmail.com

www.iprichmond.com