FPC RICHMOND CALIFORNIA

Primeira Igreja Presbiteriana de Richmond,

Uma Família, Muitas Faces!

ESTUDO DO EVANGELHO DE JOÃO

CAPÍTULO 21

Tema: Encerramento da missão de Jesus segundo João

A reconciliação entre Jesus e o Pedro.

 

I. Uma noite de derrota - Pedro pescando - 21:1-3

        Pedro renunciou tudo e voltou a pescar. Ele renunciou tudo para seguir o Senhor Jesus  em Lucas 5:1-11, e agora está de volta à vista do pescador. Tudo que lemos acerca daquela noite não funciou:

·       Ele decidiu ir pescar por conta própria. O peso da ausência do Mestre os deixou desnorteado.

·       Ele foi chamado para ser pescador de homens, mas retornou à pesca de peixe. Não funcionou.

·       Ele não reconheceu Cristo na praia, estava concentrado nas coisas do mundo, sua profissão anterior.

·                               Pedro influenciou outros seis homens a retornar ao trabalho que não era mais a vocação deles.

        Há muitos crentes que gastam muito tempo, dinheiro, e força para nada, porque estão trabalhando em profissão errada, que não é a vocação deles. Devemos buscar a orientação de Deus, mesmo quando não é trabalho ministerial ou missionário, mesmo que seja o nosso trabalho secular.

 

II. Uma manhã de decisão - 21:4-17

        Depois que Cristo aparece, a pesca foi muito melhor e eles pegaram muitos peixes. Só alguns minutos de trabalho com Cristo produziu mais que a noite todo trabalhando. É interessante notar que um milagre semelhante aconteceu no princípio do ministério de Pedro, em Lucas 5:1-11.

·       Lucas não narra quantos, em João são 153 peixes;

·       Em Lucas a rede rasgou, em João não;

·       Em Lucas Cristo está no barco, em João está fora dele.

        Esse milagre chama a atenção de Pedro, e abre-lhe os olhos espirituais. Os peixes fizeram Pedro se lembrar de que ele já tinha decidido deixar tudo e seguir a Jesus.

        fogo o fez lembrar da sua negação de Jesus (18:18).

O mar da Galiléia o fez lembrar dos milagres que Jesus fez, a multiplicação dos pães, quando ele andou nas águas com Jesus achando a moeda na boca do peixe, acalmando a tempestade, etc.

Pedro negou três vezes publicamente e agora Jesus exige que Pedro declare seu amor publicamente três vezes. Depois disso Jesus deu Pedro uma comissão. Agora Pedro não é somente um pescador de homens, mas também um pastor de ovelhas (verso 17) (I Pedro 5). Todos os crentes são pescadores de homens, mas alguns são chamados para ser pastores para cuidar e alimentar as ovelhas.

 

III. Um dia de dedicação - 21:18-25

        Há uma diferença entre e um um filho e Deus, salvo e discípulo de Cristo. Todos os crentes se tornam discípulos. Mas de início ainda não é discípulo. O discípulo é aquele que está sempre aberto para aprender com o seu mestre, e molda a sua vida por esses esses ensinamentos; assim, ele cresce na graça, no conhecimento, no testemunho e no trabalho do Mestre.

        João fecha seu Evangelho dizendo que o mundo não podia conter os livros, se tudo fosse escrito acerca da vida de Jesus. Os quatro evangelhos só apresentam quatro aspectos diferentes da vida de Jesus. Não é a historia completa de sua vida. Reconciliado com Cristo em João 21, encontramos Pedro restaurado e em pleno ministéiro em Atos.

        Todo crente é um representante do Reino de Deus em Cristo, mas Deus pode chamar e encarrer o crente de tarefas ou missões especiais no Reino. É necessário que não percamos o foco de nossa comunhão com Seu Filho Jesus Cristo, e estejamos engajados em nossa edificação na Palavra para alcançarmos santificação, e estarmos preparados para o que Deus pedir que façamos.

=/=/=/=/=/=/=/=/=/=/=/=/=/=/=/=/=/=/=/=/=/=/=/=/=

DEBATE:

        A maioria de nós acha mais fácil perdoar que esquecer. Estamos prontos a perdoar alguém que nos magoou profundamente; mas temos dificuldade em confiar de novo nessa pessoa.

        Pedro fracassou terrivelmente com Jesus. Ele prometeu que, se fosse necessário, daria sua vida para proteger Jesus. Entretanto, poucas horas depois, ele negou até mesmo conhecê-lo. Pedro sabia que Jesus o perdoara.

        A pergunta que angustiava era: Jesus confiaria nele de novo? Jesus ainda poderia usá-lo para levar salvação ao mundo e  trazer glória a Deus? O que você acha?

        Conte ao grupo sobre um relacionamento desfeito que você tentou restaurar e qual foi o resultado do esforço. Descreva como você se sente quando alguém a quem magoou se recusa a perdoá-lo.

 

a) Qual a importância da decisão de Pedro de voltar a pesca?

b) O que Jesus tenta mostrar aos discípulos ao permitir que peguem tantos peixes?

c) Pedro, ao saber que “é o Senhor”, pula na água. O que essa reação revela sobre Pedro e seu relacionamento com Jesus?

d) Que diferenças sutis você nota nas três perguntas de Jesus e nas resposta de Pedro?

e) O que podemos aprender aqui sobre os estágios envolvidos na restauração de um cristão que pecou?

f) Como esse estudo ajuda você saber que ainda pode servir e glorificar a Deus independente de suas faltas passadas?

         Imagine que Jesus diz o seguinte a você:“Você me ama?”“Cuide das minhas ovelhas.”“Siga-me.” Assim, expresse em oração sua disposição de fazer seja o que for que Jesus lhe pedir para fazer.