FPC RICHMOND CALIFORNIA

 

 

Primeira Igreja Presbiteriana de Richmond, CA

Uma Família e Muitas Faces!

 

              A Primeira Igreja Presbiteriana de Richmond é uma grande família.

                                  Nós amamos celebrar. Venha celebrar conosco!".

ESTUDO DO EVANGELHO DE JOÃO

CAPITULO 12

Tema: Cristo é ungido

        Neste capítulo, João escreveu todas as coisas que Cristo fez em seu ministério público antes de morrer na cruz.

I. Cristo e seus amigos - 12:1-11

        Enquanto os líderes dos judeus planejaram a morte de Cristo (11:53-57), os amigos dele fizeram uma ceia em sua honra em Betânia. Mc. 14:3, indica que a ceia foi na casa de Simão, o homem leproso que Jesus curou. Marta, a irmã de Lázaro, preparou a ceia, mas sem as reclamações que ela fez na última vez que ela serviu a Jesus (Lc. 10:38-42). Da outra vez ela preparou uma ceia para somente quatro pessoas - Cristo, Lázaro, Maria e ela mesma. Agora ela está preparando para servir muito mais pessoas (Cristo, Lázaro, Maria, Simão, Marta, e os 12 apóstolos.), um total de 17 pessoas.

        Nesta família aprendemos alguns tipos de ministério:

1.   Marta representa aqueles que estão por trás do trabalho nos grandes eventos, encontros, cultos e outros ministérios. São aqueles que fazem o trabalho. Para que houvesse a ceia era necessário que houvesse um cozinheiro pelo menos. Lá estava Marta, alegre por poder servir. Ela é uma do grupo do Tinen e Altair – se vamos reunir deixa a churrasqueira ou o fogam conosco que vai sair coisa gostosa, principalmente se Cristo está presente a alegria é maior ainda, pois estará servindo ao Mestre.

2.   Maria representa aqueles que gostam de estar la na frente seja cantando, lendo ensinando, pregando, orando, tocando um instrumento, estar ali aos pés de Jesus em adoração (ela está sempre aos pés de Jesus).

3.   Lázaro representa a todos nós que andamos com Cristo, deixando evidente que é o nosso companheiro de todos os momentos, e o nosso comportamento mostra quem nos influencia e estamos sempre representando a ele dando testemunho.

4.   A Essência aromática, bálsamo ou ungüento que Maria usou tinha o valor igual ao salário de um empregado por um ano naquela época. Maria guardou frasco de essênciapara servir Jesus. Ela não usou esse bálsamo no corpo de seu próprio irmão mas guardou, com amor, para ungir os pés de Jesus.

5.   Judas foi a única pessoa que reclamou e nós bem sabemos os motivos dele em querer vender pois era avarento.

6.   Cristo defendeu Maria (Ele é o nosso advogado, I João 2:1). “Se Deus é por nós, quem será contra nós?” Romanos. 8:31 (veja também Zacarias 3, onde satanás acusa Josué e Cristo defende.)

7.   Maria dá um bom exemplo de quem se dedica à adoração, e devemos segui-lo. Ela doou o seu melhor; ela doou generosamente; ela doou o que era mais precioso apesar da crítica; ela doou com amor; Cristo recebeu essa dedicação como adoração, e Cristo a defendeu dos ataques de satanás.

 II. Cristo e os gentios - 12:12-36

1.   Na ocasião de seu nascimento, gentios vieram do oriente; agora, com sua morte perto alguns gentios vem outra vez (verso 20). Porque João os menciona neste momento? Porque o rei agora está sendo rejeitado por Israel! Os judeus disseram, “Queriam ver algum sinal” (Mt. 12:38); mas os gentios disseram “Queríamos ver a Jesus” (vs. 21). Felipe tinha um nome grego, então vieram a ele, e ele consultou com André, que também tinha um nome grego.

2.   Sempre quando se acha André no evangelho de João, ele está trazendo alguém para Jesus (1:40-42 ; 6:8-9 ; 12:22). Que exemplo de evangelização!

3.   Cristo fala de ser “levantado” na cruz, no verso 32. Assim, Cristo ensina seus discípulos a evitar os gentios; mas agora ele diz que os gentios serão salvos através da cruz, em Mt. 10:5 e 15:24. Cristo é o grão de trigo que tem que morrer antes de dar fruto e dar ao mundo uma oportunidade de ser salvo.

4.   Foi necessário que Cristo fosse levantado para atrair todos (tanto judeu como gentio) a ele. Isso não quer dizer todos os homens sem exceção, mas todos sem discriminação de raça.

5.   Ao pé da cruz, nem judeu, nem grego, tem uma posição especial. Cristo fala de novo da “hora”, é a hora de sua morte, mas ele chama de a hora de sua glória! Note que Cristo convida qualquer pessoa no vs. 26. “TODOS pecaram...” (Romanos. 3:23,10).

III. Cristo e os judeus - 12:37-50

1.   As últimas palavras do ministério público de Cristo (vs. 35-36) foram um aviso forte para crer enquanto há oportunidade de salvação. Note o clímax: “Estas coisas disse Jesus; e retirando-se, escondeu-se deles.” (vs. 36). Nos versos seguintes, João explica porque Cristo se escondeu e porque os judeus foram condenados.

2.   Os judeus rejeitaram a evidência (vs. 37). A luz tinha brilhado por mais que 3 anos, mas eles ainda recusaram a crer e seguir a luz . Veja os resultados terríveis de rejeitar repentinamente a Palavra de Cristo (vs. 37-41):

A. Eles não criam nele (vs. 37) ainda que viram os sinais (a evidência que Jesus era o Filho de Deus)

B. Eles não podiam crer (vs. 39) porque seus olhos eram cegos, e seus corações duros. Deus “cegou-lhes os olhos, e endureceu-lhes o coração” porque rejeitaram a Sua graça.   A dureza de seus corações está profetizada em Isaías 6:10 – Torne insensível o coração deste povo; torne surdos os seus ouvidos e feche os seus olhos. Que eles não vejam com os olhos, não ouçam com os ouvidos, e não entendam com o coração, para que não se convertam e sejam curados”.

3. João apresenta o conflito entre a luz e as trevas. A luz simboliza a salvação, santificação, e a vida; as trevas simbolizam condenação, pecado e a morte. João fala de 4 tipos de trevas:

4. As trevas mentais - João 1:5-8 , 26 - satanás cega o entendimento do incrédulo ( II Cor. 4:3-6) e ele não pode “ver” (entender) verdades espirituais.

6.   As trevas morais - João 3:18-21 - o incrédulo ama o pecado e aborrece a luz.

7.   As trevas judiciais - João 12:35-36 - se os homens não obedecem a luz, Deus manda as trevas e Cristo se esconde deles.

8.   As trevas eternais - João 12:46 - “permanecer” nas trevas quer dizer viver no inferno.

9.    No vs. 42-50 João cita Cristo e mostra porque muitos rejeitam a luz. Alguns rejeitam a Cristo por causa de medo dos homens (vs. 42-43). Apoc. 21:8 dá uma lista das pessoas que vão para o inferno e os primeiros na lista são “os ímpios”: (Mas os covardes, os incrédulos, os depravados, os assassinos, os que cometem imoralidade sexual, os que praticam feitiçaria, os idólatras e todos os mentirosos — o lugar deles será no lago de fogo que arde com enxofre. Esta é a segunda morte).

10.                     Salvação vem através da Palavra (João 5:25 - Eu lhes afirmo que está chegando a hora, e já chegou, em que os mortos ouvirão a voz do Filho de Deus, e aqueles que a ouvirem, viverão);No verso 48 Cristo diz que rejeitar as Suas Palavras leva a condenação. e a própria Bíblia que o homem rejeita hoje “o há de julgar no último dia.”

Sermões

 

Sermões

 

Cânticos no Youtube

 

Fotogalery

 

Pagina da "First Presbyterian Church in Richmond"

 

 

 

Primeira Igreja Presbiteriana de Richmond

3415 Barret Ave

Richmond, CA 93805

Pastor Alcenir Oliveira

510 375-5326

alceniro@hotmail.com

iprichmond@hotmail.com

www.iprichmond.com